Com quase 12 milhões de desempregados, uma das principais mudanças no perfil de quem procura emprego é a indiferença em relação a área de atuação. Para conseguir uma oportunidade, muitos brasileiros estão optando pela mudança de ramo. É o que mostra uma pesquisa realizada pela Catho, site especializado na busca por vagas de trabalho.

mudar de carreiraSegundo os dados divulgados pela empresa, em 2016 o percentual de trabalhadores que buscaram uma oportunidade fora da sua área de atuação subiu de 9% para 11% em relação a 2015, e o número de trabalhadores que mandaram currículos para vagas tanto dentro quanto fora do seu ramo original passou de 63% para 69%. Já aqueles que insistiram em conseguir uma vaga apenas dentro de um ramo específico de atuação caíram de 28% para 20%.

O principal motivo dessa mudança de perfil é a grave crise econômica enfrentada pelos brasileiros, que fez com que o nível de empregos no país despencasse consideravelmente de 2015 para 2016. No ano passado, a taxa de desemprego era de 8,5%, 3,3% mais baixa do que a taxa de 11,8% registrada em outubro deste ano.

Mesmo que a necessidade dessa mudança no ramo de atuação seja a única alternativa, o trabalhador precisa ficar atento às suas habilidades, para que consiga realmente se encaixar em uma vaga onde não tenha tanta experiência profissional. Para especialistas, não basta apenas querer mudar de área. É preciso que as o candidato se encaixe nesse novo perfil escolhido para que consiga uma boa oportunidade.

É muito importante estudar, buscar novas qualificações e se adequar a esse novo ramo de mercado onde o profissional deseja atuar. Desenvolver novas habilidades e investir em cursos de capacitação também ajudam a diversificar mais as opções de áreas de atuação, para que o candidato consiga aumentar suas chances de uma recolocação. E não adianta atirar para qualquer lado, pois a probabilidade de insatisfação caso entre em uma vaga que não seja tão interessante é muito maior também. O ideal é definir em qual área, além da que já atuava, o profissional tem mais habilidades, conhecimento e interesse, para não perder tempo nem oportunidades.